Nos Passos do MestreNos Passos do MestreNos Passos do Mestre
Formação

Um diálogo entre Deus e o seu povo

“Liturgia é um diálogo entre Deus e o seu povo”, como definiu o Concílio do Vaticano II. Na liturgia, Cristo anuncia o Evangelho. Deus fala a seu povo, que responde ora com cânticos, ora com orações. (SC)

A ação litúrgica faz memória da morte e ressurreição de Cristo na cruz. Fazer memória é muito mais que lembrar. É viver novamente, tornar presente um acontecimento. A liturgia é, portanto, o momento em que tornamos presente o sacrifício de Jesus e a nossa salvação.

Sempre que acontece o ‘fazer memória’, aí está acontecendo a Liturgia. Para realizar tão grande obra, Cristo está sempre presente na sua Igreja, especialmente nas ações litúrgicas. Está presente no sacrifício da Missa, está presente com o seu dinamismo nos Sacramentos, está presente na sua palavra, pois é Ele que fala ao ser lida na Igreja a Sagrada Escritura.” (SC, 7)

Percebemos assim a importância de entendermos as expressões corporais, os gestos e sinais que nos ajudam a viver melhor as ações litúrgicas nos diversos sacramentos. Os sinais sensíveis são objetos, luzes, gestos, movimentos que atingem nossos sentidos e dos quais nos utilizamos para entrarmos em comunhão com Deus. A celebração da liturgia passa necessariamente pelo nosso corpo, pois ele é canal indispensável pelo qual manifestamos a nossa fé.

Alguns movimentos do nosso corpo têm grande significado na Liturgia. Veremos alguns:

Estar de pé: é a posição de Jesus ressuscitado. Significa sempre a prontidão, a dignidade humana. Ficamos de pé para acolher, saudar. Quando recebemos uma visita, não esperamos pela pessoa sentados no sofá. Ao contrário, vamos até a porta para recebê-la, em sinal de que estamos acolhendo-a no nosso lar.

Estar sentado: É a atitude de ouvinte, de meditação. Quando vamos conversar com alguém, geralmente sentamos para ouvir. Assim também, na ação litúrgica, sentar significa meditar, ouvir e falar com Deus.

Ajoelhar-se: Revela humildade. É a atitude de profunda adoração a Deus. Também pode significar o reconhecimento dos próprios erros. Uma variação desse gesto corporal é o ato de prostrar-se (deitar de bruços). A genuflexão é o ato de dobrar o joelho, revelando também a atitude de adoração ao Senhor.

Nas próximas formações falaremos sobre a Liturgia dentro do Sacramento da Eucaristia. Celebremos com amor a liturgia na nossa Igreja. Que o Espírito Santo nos encoraje a bem celebrar o Deus vivo que se faz presente em cada ato litúrgico.

Ana Paula Landal
Comunidade Nos Passos do Mestre
@ana_landal
analandal@nospassosdomestre.com.br


Evangelize
    
Login
Usuário
Senha
Facebook
Comunidade Nos Passos do Mestre © 2011 todos os direitos reservados www.nospassosdomestre.com.br - Desenvolvido por Tabor